terça-feira, 31 de maio de 2011

Como se fosse o mais importante...

Como se fosse o mais importante passamos todos os dias buscando conhecimentos cada vez mais acumulados para uma prova ridícula de vestibular que sabemos fazer pela internet, mas ao chegar na hora, o nervosismo é tanto que nos impede de dizer quanto é 1 + 1.
Como se fosse o mais importante, passaremos os próximos dois anos estudando como loucos sem saber para quê, porque nenhum adolescente sabe realmente pra que serve o ENEM ou porque temos que fazer vestibular assim que saímos da escola.

Não estamos prontos! O Ensino Médio devia nos preparar, mas só me sinto cada vez mais despreparada. Ler os jornais e as revistas não basta, temos que conseguir interpretar cada jornal e cada revista e tirar nossas próprias conclusões, e temos que fazer isso com muita certeza, pois se conversamos com alguém que discorda, somos sempre crianças demais para entender as coisas. Mas na hora de estudar e passar para uma universidade, somos o futuro do país.
Que futuro é esse? Eu não estou preparada! Eu não quero assumir o futuro do mundo. Eu quero apenas ser uma criança, uma criança que pode pedir auxílio aos adultos quando tem dúvida. Uma criança que não precisa comandar nada nem ninguém. Uma criança que vive para ser feliz e é feliz para viver.

Eu preciso voltar a ser criança.

Alana Parvatí.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Testes e mais testes !?!?!?!

Estou ficando loucaaa!!! Como alguém em sã consciência pode estudar tanto?? Preciso parar de dormir, preciso de mais tempo, preciso de um dia com 34 horas...

Quem consegue fazer 8 (oito) testes bem e entregar 4 (quatro) trabalhos bons em 5 (cinco) dias?????

Quero mais tempo, quero mais cérebro, quero mais disposição, quero mais perfeição...

Não quero colar em nenhum destes testes!!! E não vou.

Só preciso de mais paciência.

Alana Parvatí. (L)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

->

Se em um acampamento parece que está tudo bem, é óbvio que você esqueceu de algo.

Ah, se todos seguissem isto...

Não devemos fazer mal aos outros só porque os outros nos fizeram mal, devemos ensiná-los a fazer o bem.

Vou fazer engenharia!

Hoje, dois representantes da faculdade da minha cidade foram lá na escola falar sobre suas profissões: A Valéria, contadora, e um senhor que por incrível que pareça não me lembro o nome, mas que é administrador.

Foram lá para explicar ao 3º ano (e o 2º também acabou assistindo) algo sobre suas carreiras. Conversa vai conversa vem, explicação pra cá explicação para lá, este senhor pergunta quem tem blog, e eu levanto a mão. Depois de perguntar a mais duas pessoas o endereço, ele perguntou o meu e eu disse "nemtudonomundoepoesia.blogspot.com" ele me perguntou:
- É concreto?
Eu com medo de perguntar o que exatamente ele queria dizer, mas já tendo uma noção, respondi que sim, e ele perguntou:
- Vai fazer administração ou engenharia?
E eu abismada disse que quero fazer engenharia ambiental.

Até agora quero saber como ele sabia disso apenas pelo nome de um blog!!

sábado, 14 de maio de 2011

Eu continuo tendo visões.

"Saí de casa à procura de ilusões,
Coincidências e confirmações...
Alguém com seu nome
Alguma lembrança..."

domingo, 8 de maio de 2011

terça-feira, 3 de maio de 2011

Perfeição

Nada é perfeito. Eu não sou perfeita. Você não é perfeito. Talvez você seja a melhor pessoa que eu conheci na vida, mas você não é perfeito.
Aliás, o que é perfeito? Às vezes tenho a impressão de que nem mesmo Deus é perfeito. Se fosse, agradaria a todos, e todos O louvariam. Mas isto não vem ao caso. O que realmente importa é que a perfeição só existe para contradizer a imperfeição.
Se tudo fosse perfeito, será mesmo que nos sentiríamos perfeitos? As pessoas são diferentes. Para mim, a perfeição é imperfeita, enquanto a imperfeição é o que há de mais próximo da perfeição.
Talvez haja sim a perfeição.
Talvez o mundo seja perfeito.

Talvez.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Como as pessoas de hoje em dia são influenciadas pelos lixo orgânico e reciclável?

A maioria das pessoas atualmente mente quando diz que se preocupa com o lixo: Em sua grande maioria, a população mundial é induzida a reduzir, reutilizar e reciclar, mas quase ninguém segue este esquema. Para muitas pessoas, o seu lixo não faz nenhuma diferença para o meio ambiente, já que é mais fácil admitir que as outras pessoas farão do que fazer a própria parte. Outro número significativo de pessoas diz que este é um assunto muito abordado nos últimos anos e que já está na hora de parar de falar e agir, mas não age por conta própria. Finalmente, pode-se observar dois pequenos grupos de pessoas que fazem alguma coisa para mudar a realidade mundial. Os catadores de lixo reciclável, apesar de serem tratados pela grande massa populacional como pessoas pobres sem nada mais para fazer, são responsáveis por mais da metade de materiais reciclados em todo o mundo. Há ainda as pessoas que têm um pingo de consciência e responsabilidade ambiental e para manter a cabeça limpa e poder dormir bem à noite reciclam seu lixo e separam o lixo reciclável.
Infelizmente, é verdade que o governo atualmente pouco ajuda com programas de reciclagem e reutilizagem de lixo inclusive orgânico.

domingo, 1 de maio de 2011

O que é mais difícil?

O que é mais difícil?
Ver o que eu tenho de errado
ou corrigir o que já vi?
Criar uma amizade verdadeira
ou mantê-la?

O que é mais difícil?
Falar o que é certo
ou fazer o que é certo?
Se arrepender de ter errado
ou corrigir o que errou?

O que é mais difícil?
Fazer as coisas
ou fazê-las certas?
Viver feliz
ou viver feliz e saudável?

O que é mais difícil?
Viver
ou conviver?
Crer
ou crescer?
ou amar?

O que é mais fácil?